Os polímeros têm conquistado cada vez mais espaço no ambiente médico-hospitalar, garantindo qualidade e segurança, tanto para os pacientes quanto para a equipe médica. Confira quais são os polímeros mais utilizados e como é vantajoso investir na indústria polimérica.

Máscaras descartáveis, luvas cirúrgicas, equipamentos de enfermagem e até na cera que torna o chão dos hospitais tão brilhosos há a composição dos polímeros. Essa indústria essencial para o bem-estar e saúde da população possui um aliado importante em suas atividades diárias, presente em praticamente todos os equipamentos médico-hospitalares: o plástico.

Através das suas características únicas que o torna uma barreira eficaz de proteção, o plástico tornou-se um dos componentes essenciais para a indústria hospitalar, graças a sua versatilidade de uso, podendo ser moldado para quaisquer finalidades, resultando na maioria dos instrumentos hospitalares que conhecemos hoje, sendo o material mais utilizado em clínicas, laboratórios e consultórios de todo o mundo.

Sua estrutura maleável e de fácil manipulação se adequa aos requisitos da ala médico-hospitalar por apresentar características flexíveis, que a torna resistente a possíveis rupturas e impermeável a fluidos externos. Além de ser  um produto descartável, tornando o trabalho nos hospitais mais seguro e prático.

Produtos poliméricos nos hospitais

 Por ter uma gama de possíveis aplicações, cada polímero possui características únicas que segmentam seu uso dentre a indústria hospitalar, como o polímero Polissulfona (PSU), um termoplástico transparente com alta resistência mecânica e rigidez, utilizado principalmente para  a confecção de bolsas de sangue e bandejas de esterilização.

Há também o polímero Polimetilpenteno (PMP), plástico atóxico com resistência mecânica e contra o processo de desinfecção, indicado para o uso em caixas de esterilização e utensílios de laboratório. E o termoplástico de Poliamida transparente (PA), com uma alta resistência ao stress-cracking (termo utilizado para denominar o fissuramento do polímero ao entrar em contato com determinados fluidos) recomendado para a criação de injeções.

Além do Polipropileno (PP) um polímero termoplástico com resistência a altas temperaturas e a produtos químicos, cotidianamente utilizado para a confecção de seringas e não-tecido, utilizado para a fabricação de máscaras e aventais cirúrgicos – Conheça nossas opções de Polipropileno disponíveis aqui na página e descubra as vantagens de investir na indústria de polímeros.

Uma indústria que não para de crescer

 Pela alta demanda das aplicações e  rotatividade dos insumos, o ambiente hospitalar é um dos segmentos mais vantajosos para a indústria de polímeros, sendo um dos locais mais vantajosos para explorar a versatilidade dos polímeros. Versatilidade que ficou ainda mais em evidência com a pandemia causada pelo vírus Covid-19 e a luta para combater à doença, já que foi necessário criar métodos de fabricação para suprir a crescente demanda de equipamentos de forma rápida e segura.

E é por esses e outros benefícios que a indústria de plástico  se tornou um elemento fundamental para a qualidade no atendimento de pacientes e de toda a equipe de profissionais, graças aos equipamentos versáteis, higienizáveis e seguros disponíveis nos hospitais, só possíveis através do uso e manipulação do plástico.

 

YouTube
Instagram

Confira nosso blog

Menu